Google+ Followers

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

O Poder da Língua


Leia com atenção...


Certa vez, um homem tanto falou que seu vizinho era ladrão, que o vizinho acabou sendo preso.
 Algum tempo depois, descobriram que o rapaz era inocente, ele foi solto, e, após muita humilhação resolveu processar seu vizinho (o caluniador).
No tribunal, o caluniador disse ao juiz:
- Comentários não causam tanto mal... e o juiz respondeu:
- Escreva os comentários que você fez sobre ele num papel, depois pique o papel e jogue os pedaços pelo caminho de casa e amanhã volte para ouvir a sentença!
O homem obedeceu e voltou no dia seguinte, quando o juiz disse:
- Antes da sentença, terá que catar os pedaços de papel que espalhou ontem!
- Não posso fazer isso, meritíssimo! - respondeu o homem - o vento deve tê-los espalhados por tudo quanto é lugar e já não sei onde estão!
Ao que o juiz respondeu:
- Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem, espalha-se a ponto de não podermos consertar o mal causado; se não se pode falar bem de uma pessoa, é melhor que não se diga nada!
Sejamos senhores de nossa língua, para não sermos escravos de nossas palavras.
No mundo sempre existirão pessoas que vão te amar pelo que você é, e outras que vão te odiar pelo mesmo motivo. Acostume-se...
Quem ama não vê defeitos... quem odeia não vê qualidades e, quem é amigo, vê as duas coisas!!!


Reflita!

domingo, 22 de novembro de 2009

DRIBLANDO AS CHATICES DA REUNIÕES PEDAGÓGICAS

Se você é professor, sabe bem como são chatas certas reuniões pedagógicas(ou outros gêneros...), mas agora encontrei um método para suportá-las e, ainda, de sair delas aplaudida de pé pelos outros participantes.
Não deixe de experimentar,
Aproveite essa moleza!

Surpreendendo em Reuniões Pedagógicas

Você anda driblando o sono em reuniões onde sua presença não serve para nada e você não vê a hora do 'coffee break 'chegar para avançar nas migalhas de biscoitos com café frio ....
Pergunto :
Você dorme durante essas reuniões de trabalho?
Você sente um tédio imenso durante as conferências, seminários e colóquios?
Então :
Seus problemas acabaram!!! Foi criado um método eficaz para combater esse desconforto.
'A reunião só tinha começado havia 5 minutos quando ganhei!';
'A minha capacidade para escutar aumentou muito desde comecei a jogar o s School Bingo';
'A atmosfera da última reunião foi muito tensa porque 14 pessoas estavam à espera de preencher a 5ª casa';
'O coordenador ficou surpreso ao ouvir oito pessoas gritando 'BINGO', pela 3ª vez em uma hora';
'Agora, vou a todas as reuniões da minha escola, mesmo que não me convoquem'

2-) GOLPE DE MESTRE:

Como impressionar nas reuniões que requerem sua participação ativa, mas onde porém ninguém vai prestar muita atenção no que você vai falar.

COMO FALAR MUITO SEM DIZER NADA

A tabela abaixo permite a composição de 10.827 sentenças: basta combinar, em seqüência, uma frase da primeira coluna, com uma da segunda, da terceira e da quarta (seguindo a mesma linha ou 'pulando' de uma linha para outra - mas respeitando: uma frase de cada coluna).
O resultado sempre será uma sentença correta, mas sem nenhum conteúdo.
Experimente na próxima reunião e impressione o seu chefe!!!


Recebi por e-mail, achei  muito engraçado e estou compartilhando com vocês.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Capa do livrinho de Cordel sobre drogas


A

Posted by Picasa

CORDEL

A droga é uma coisa ruim

Que tira o sossego da gente
Não faz o nosso bem
Por isso nos deixa doente
Devemos tomar cuidado
Pois a coisa pode ficar quente


O problema é muito sério
A todos está envolvendo
Cada dia que passa
O índice vai crescendo
Crianças, jovens e adultos
Muitos estão sofrendo


Meu amigo, preste atenção
No que agora eu vou falar
Nesse mundo em que vivemos
Muitos tipos de drogas há
Você precisa ficar atento
para não se deixar enganar


Existem as drogas ilícitas
Craque, maconha e cocaína
E não podemos esquecer
Que ainda tem heroína
E se você vacilar
Elas causam sua ruína


Estes tipos de drogas
Chamadas de psicoativas
Atuam diretamente no cérebro
Abalando as estruturas cognitivas
Deixando o usuário
Sem nenhuma função lucrativa


Também existem as drogas lícitas
Que são comercializadas
O governo não as proíbem
Mas as pessoas são prejudicadas
Usando-as diariamente
Pode deixá-las enrascadas




O cigarro é uma delas
Que nos causa muito mal
Tem a tal da nicotina
Nunca vi nada igual
Prejudica até quem não fuma
Levando todos ao caos


A nicotina é absorvida no pulmão
Depois vai para o coração
Através do sangue arterial
Vai para o cérebro meu irmão
Causando grande dependência
Até você ficar no chão

Mas não para por aí
O câncer pode aparecer
De esôfago, estômago ou pulmão
Tudo pode ocorrer
Ao consumir o fumo
Você pode morrer

De todas as drogas conhecidas
O cigarro é o que mais vicia
Se a pessoa resolve parar
Diz que não sabia
Que para largar o vício
Iria passar por tanta agonia


Vamos falar agora
De outra droga conhecida
Quando utilizada em excesso
Deixa a pessoa esquecida
Faz com que ela fique
Num caminho sem saída

A droga de que falamos
É fácil identificar
Ela está conosco
Em quase todo lugar
Essa droga é o álcool
Que é muito popular


Quem convive com o alcoólatra
Sofre muito com os efeitos
Desse vício complicado
Que ultrapassa os direitos
Deixando os usuários
Uma pessoa sem jeito


O suicídio é maior nos alcoólatras
Do que no resto da população
O alcoolismo crônico
Pode causar depressão
Arritmia, demência, hipertensão
E até desidratação


As mulheres alcoólatras grávidas
Podem seus filhos prejudicar
A síndrome alcoólica fetal
O bebê pode apresentar
Trazendo muitas complicações
Que a mãe pode evitar


Por isso meu caro amigo
Não entre nessa fria
Droga tou fora
Seja de noite ou de dia
É preciso muito cuidado

Para não cair na patifaria


Cordel produzido pelos alunos:
Kenetty Anderson, Wilker Lima
Eriklis Andrade
Gabriel Neves
Rafael Anunciação
8a. série 01 - matutino













domingo, 15 de novembro de 2009

Países que falam a Língua Portuguesa


    Você sabia que Brasil e Portugal não são os únicos países em que se fala o português? Isso mesmo! Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e também a antiga Índia Portuguesa (Goa, Damão, Diu e Dadrá e Nagar-Aveli) também usam a língua portuguesa como idioma principal, além de ter também estatuto oficial na União Européia, no Mercosul e na União Africana.
   Hoje em dia, mais de 230 milhões falam português como língua nativa, sendo que é a terceira língua mais falada no mundo ocidental.

    À medida que Portugal ia expandindo o domínio de seu império, através de suas colônias no século XV e XVI, a língua portuguesa foi se espalhando mundo afora, estendendo-se desde a costa Africana até Macau, na China e ao Brasil, nas Américas. Hoje, o português é a língua oficial de oito países independentes, e falada como segunda língua em muitos outros.
   Assim como os outros idiomas, o português sofreu algumas alterações com a evolução histórica, sendo influenciado por vários idiomas e dialetos, até chegar ao modo como falamos hoje. Atualmente a língua portuguesa compreende vários dialetos e subdialetos, falares e subfalares, muitas vezes bastante distintos, além de dois padrões reconhecidos internacionalmente: o português brasileiro e o português europeu.
 
Texto extraído do blog da smartkids



sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Gerundismo

Gerundismo


   Aqui vai a última flor do Lácio: ESTAR/ESTEJA =>INDO, ENDO, ANDO....etc.
   Este artigo foi feito especialmente para que você possa estar recortando e possa estar deixando discretamente sobre a mesa de alguém que não consiga estar falando sem estar espalhando essa praga terrível da comunicação moderna, o gerundismo. Você pode também estar passando por fax, estar mandando pelo correio ou estar enviando pela Internet.
   O importante é estar garantindo que a pessoa em questão vá estar recebendo esta mensagem, de modo que ela possa estar lendo e, quem sabe, consiga até mesmo estar se dando conta da maneira como tudo o que ela costuma estar falando deve estar soando nos ouvidos de quem precisa estar escutando.
   Sinta-se livre para estar fazendo tantas cópias quantas você vá estar achando necessárias, de modo a estar atingindo o maior número de pessoas infectadas por esta epidemia de transmissão oral.
   Mais do que estar repreendendo ou estar caçoando, o objetivo deste movimento é estar fazendo com que esteja caindo a ficha das pessoas que costumam estar falando desse jeito sem estar percebendo.
   Nós temos que estar nos unindo para estar mostrando a nossos interlocutores que, sim, pode estar existindo uma maneira de estar aprendendo a estar parando de estar falando desse jeito. Até porque, caso contrário, todos nós vamos estar sendo obrigados a estar emigrando para algum lugar onde não vão estar nos obrigando a estar ouvindo frases assim o dia inteirinho. Sinceramente: nossa paciência está ficando a ponto de estar estourando.
   O próximo "Eu vou estar transferindo a sua ligação" que eu vá estar ouvindo pode estar provocando alguma reação violenta da minha parte. Eu não vou estar me responsabilizando pelos meus atos.
   As pessoas precisam estar entendendo a maneira como esse vício maldito conseguiu estar entrando na linguagem do dia-a-dia.
   Tudo começou a estar acontecendo quando alguém precisou estar traduzindo manuais de atendimento por telemarketing. Daí a estar pensando que "We'll be sending it tomorrow" possa estar tendo o mesmo significado que "Nós vamos estar mandando isso amanhã" acabou por estar sendo só um passo.
   Pouco a pouco a coisa deixou de estar acontecendo apenas no âmbito dos atendentes de telemarketing para estar ganhando os escritórios. Todo mundo passou a estar marcando reuniões, a estar considerando pedidos e a estar retornando ligações. A gravidade da situação só começou a estar se evidenciando quando o diálogo mais coloquial demonstrou estar sendo invadido inapelavelmente pelo gerundismo.
   A primeira pessoa que inventou de estar falando "Eu vou tá pensando no seu caso" sem querer acabou por estar escancarando uma porta para essa infelicidade lingüística estar se instalando nas ruas e estar entrando em nossas vidas. Você certamente já deve ter estado estando a estar ouvindo coisas como "O que cê vai tá fazendo domingo?" ou "Quando que cê vai tá viajando pra praia?", ou "Me espera, que eu vou tá te ligando assim que eu chegar em casa".
  Deus, o que a gente pode tá fazendo pra que as pessoas tejam entendendo o que esse negócio pode tá provocando no cérebro das novas gerações?
   A única solução vai estar sendo submeter o gerundismo à mesma campanha de desmoralização à qual precisaram estar sendo expostos seus coleguinhas contagiosos, como o "a nível de", o "enquanto", o "pra se ter uma idéia" e outros menos votados.
   A nível de linguagem, enquanto pessoa, o que você acha de tá insistindo em tá falando desse jeito?


Matéria publicada na coluna "Xongas". , de O Estado de S. Paulo, em 16 de fevereiro de 2001


Autor: Ricardo Freire -

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Normas Gerais de Conduta escolar

Chico Siqueira


Direto de Araçatuba

    Embora orientem os professores sobre a legislação penal e estabeleçam ações de prevenção e de reparação, os manuais distribuídos para as escolas de São Paulo dedicam o maior espaço para tratar dos atos de indisciplinas e as respectivas punições. Mesmo assim, segundo a Secretaria de Educação, eles servem de referência e devem ser aplicados com bom senso pelos diretores das unidades.
   O manual de "Normas Gerais de Conduta Escolar", é apresentado em forma de códigos de postura e numa linguagem imperativa. As normas determinam direitos, deveres e responsabilidades dos alunos e estabelecem situações de conduta consideradas prejudiciais ao ambiente escolar, além de apontar as faltas e as medidas disciplinares, quase todas punitivas. As medidas preventivas e restauradoras são apresentadas somente no último item, como os Recursos Disciplinares e Adicionais.
   Já o "Manual de Proteção Escolar de Proteção Escolar e Promoção da Cidadania", que tem 80 páginas, 47 delas dedicadas a 100 perguntas, cujas respostas refletem situações de conflitos. Elas relatam os conceitos da paz e de violência, mostram a legislação penal para cada caso, mas, principalmente, orientam os educadores como resolver os conflitos e tomar medidas preventivas, reparadoras ou punitivas.
Segundo o secretário-adjunto de Educação do Estado, Guilherme Bueno de Camargo, o manual foi baseado em documento semelhante ao adotado no Distrito Federal. "Fizemos adequação para a nossa realidade", diz. Segundo ele, as perguntas foram colhidas de professores, dirigentes e servidores da rede paulista. "Elas representam as principais dúvidas que eles tinham com relação a estes temas", diz. Um capítulo inteiro e boa parte do conteúdo explicam os crimes de natureza sexual, como abuso e assédio.
   Outra questão fala sobre a presença de jornalistas nas escolas, quando eles são permitidos e a necessidade de ser preservar a integridade dos menores, proibidos por lei de terem as fotos publicadas na mídia. Segundo o secretário-adjunto, a questão foi registrada devido à presença de falsos jornalistas nas escolas.
   "Não queremos ferir a integridades dos nossos alunos e não há problemas em todos os jornalistas serem atendidos por nossa assessoria de imprensa", disse. Camargo ressaltou que os manuais servem como padrão de referência, mas não são medidas obrigatórias. "O bom senso dos educadores deve prevalecer e eles devem agir de acordo com as peculiaridades de cada escola", diz. "Além disso, as relações de conflitos devem ser mediadas antes com intervenções pedagógicas", diz.
   O uso dos manuais pelos diretores de escolas também será avaliado. "Se algum diretor usar esses manuais para aplicar medidas esdrúxulas ou para perseguir alunos ou servidores serão chamados a explicar e vamos tomar as medidas para acabar com isso", disse Camargo.



quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Cora Coralina

                                                                    Saber Viver



Não sei... Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura... Enquanto durar
Cora Coralina

"Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina."


"O saber se aprende com os mestres. A sabedoria, só com o corriqueiro da vida. "