Google+ Followers

sábado, 31 de março de 2012

PRIMEIRO DE ABRIL


De acordo com a versão mais difundida sobre a origem das brincadeiras de 1º de abril, o Dia da Mentira (ou Dia dos Bobos) teve origem no fim do século 16, com a adoção na Europa do calendário gregoriano. Instituído pelo papa Gregório XIII em 1582, ele marcava o começo do ano em 1º de janeiro. No início, a mudança gerou confusão. Por teimosia ou desconhecimento, muitos europeus continuaram brindando o novo ano na data antiga, e os trotes de 1º de abril teriam como mote esse equívoco.
Antes de Gregório, o calendário mais aceito era o juliano. Criado no ano 45 a.C. pelo general e estadista romano Caio Júlio César (101 a.C.-44 a.C.), ele estabelecia que o início do ano coincidia com o equinócio de primavera, entre 20 e 21 de março. Mas, na Europa medieval, nem mesmo o calendário juliano era seguido por todos. Muitas aldeias e paróquias celebravam o ano novo na festa da Anunciação, em 25 de março. Outros esticavam o ano velho até 31 de março e só comemoravam o réveillon em 1º de abril.
A reforma do papa Gregório XIII terminou com a bagunça. Ou pelo menos tentou. A Inglaterra, por exemplo, só adotou a nova folhinha em 1752. Apesar de ter se antecipado ao papa e, por ordem do rei Carlos IX, trocado de calendário já em 1564, a França só conseguiu impô-lo com a Revolução Francesa, em 1789. Essa confusão de datas suscitou as brincadeiras. Entre os trotes de abril, um dos mais populares era o anúncio de casamentos falsos, marcados para o dia 1º. Arruaceiros também pregavam cartazes com supostos éditos reais de conteúdo jocoso.
Outra teoria para explicar o Dia dos Bobos defende que a data seria uma antiga festa romana. “Em Roma já se pregavam trotes durante o equinócio de primavera”, diz o historiador americano Joseph Boskin, professor da Universidade de Boston. De acordo com ele, essas festas deram origem ao Dia dos Bobos inglês (o April Fool’s Day), também comemorado no dia 1º. “Os trotes de 1º de abril são anteriores à reforma do calendário por Gregório”.

(Extraído de Guia do Estudante) Imagens da NET



REFORMA ORTOGRÁFICA

    Palavras que sofreram modificações quanto ao uso do hífem.

     Fiquem atentos a essas grafias porque em 2012 já começa a obrigatoriedade do uso das palavras conforme o novo acordo ortográfico.

sexta-feira, 30 de março de 2012

Dica

De: Dica sobre Português

quinta-feira, 29 de março de 2012

quarta-feira, 28 de março de 2012

DICA SOBRE A REFORMA ORTOGRÁFICA

Caros professores e estudantes,
Encontrei um site muito legal que disponibiliza um game da Reforma Ortográfica, uma maneira interativa e divertida de aprender mais sobre as novas regras da língua portuguesa.
Já imaginou levar isso para a sala de aula?

MILLÔR FERNANDES


sábado, 24 de março de 2012

O LÁPIS

menino observava seu avô escrevendo em um caderno, e perguntou:

- Vovô, você está escrevendo algo sobre mim?O avô sorriu, e disse ao netinho:
- Sim, estou escrevendo algo sobre você. Entretanto, mais importante do que as palavras que estou escrevendo, é este lápis que estou usando. Espero que você seja como ele, quando crescer.O menino olhou para o lápis, e não vendo nada de especial, intrigado, comentou:- Mas este lápis é igual a todos os que já vi. O que ele tem de tão especial?- Bem, depende do modo como você olha. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir vivê-las, será uma pessoa de bem e em paz com o mundo – respondeu o avô.

- Primeira qualidade: Assim como o lápis, você pode fazer coisas grandiosas, mas nunca se esqueça que existe uma “mão” que guia os seus passos, e que sem ela o lápis não tem qualquer utilidade: a mão de Deus.
-Segunda qualidade:Assim como o lápis, de vez em quando você vai ter que parar o que está escrevendo, e usar um “apontador”. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas ao final, ele se torna mais afiado. Portanto, saiba suportar as adversidades da vida, porque elas farão de você uma pessoa mais forte e melhor.
- Terceira qualidade: Assim como o lápis, permita que se apague o que está errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos trazer de volta ao caminho certo.

- Quarta qualidade: Assim como no lápis, o que realmente importa não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro dele. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você. O seu caráter será sempre mais importante que a sua aparência.
- Finalmente, a quinta qualidade do lápis: Ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida deixará traços e marcas nas vidas das pessoas, portanto, procure ser consciente de cada ação, deixe um legado, e marque positivamente a vida das pessoas.

Texto recebido  via e-mail

quinta-feira, 22 de março de 2012

DIA MUNDIAL DA ÁGUA

    

     Os dias nacional e mundial da água foram criados visando sua conservação.
     Desde os primórdios da humanidade sabemos que o homem sempre se estabeleceu em locais próximos aos rios e mares, para garantir seu sustento através da pesca e da agricultura.
      A história do Egito faz uma excelente demonstração desse fato, quando os homens, às margens do rio Nilo, fizeram os primeiros aglomerados humanos e c...
onstruíram as primeiras cidades do mundo. Ali já se registrava o quanto o homem era dependente da água.
      Porém, com o passar dos anos, com a evolução da humanidade, a água passou a ser tratada com desrespeito, sendo poluída e desperdiçada.
      Por esses motivos, a ONU (Organização das Nações Unidas) criou o Dia Mundial da Água, em 22 de março de 1992, para promover discussões acerca da consciência do homem em relação a tal bem natural.
      Em 10 de dezembro de 2002, o senado brasileiro aprovou o dia nacional da água através do projeto de lei do deputado Sérgio Novais (PSB-CE). O texto destaca que esse deverá “oferecer à sociedade brasileira a oportunidade e o estímulo para o debate dos problemas e a busca de soluções relacionadas ao uso e à conservação dos recursos hídricos.”
      A preocupação surgiu através dos grandes índices de poluição ambiental do planeta, envolvendo a qualidade da água que consumimos.
      A ONU elaborou um documento com medidas cautelosas a favor desse bem natural, trazendo também informações para garantir a cultura de preservação ambiental e a consciência ecológica em relação à água.
      Na Declaração Universal dos Direitos da Água, criada pela ONU, dentre as principais abordagens estão:

 - Que devemos ser responsáveis com a economia de água, pois essa é condição essencial de vida;
- Que ela é um patrimônio mundial e que todos nós somos responsáveis pela sua conservação;
- Que a água potável deve ser utilizada com economia, pois os recursos de tratamento são ainda lentos e escassos;
- Que o equilíbrio do planeta depende da conservação dos rios, mares e oceanos, bem como dos ciclos naturais da água;
- Que devemos ser responsáveis com as gerações futuras;
- Que precisamos utilizá-la tendo consciência de que não devemos poluí-la ou envenená-la;
- Que o homem deve ser solidário, evitando o seu desperdício e lutando pelo seu equilíbrio na natureza.

      Com esse documento, a Organização das Nações Unidas tornou obrigatório que todos as pessoas sejam responsáveis pela qualidade da água, bem como pela sua manutenção, tendo, assim, formas de garantir a melhoria de vida no planeta
.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia

DESINÊNCIAS VERBAIS


Estimado(a) aluno(a):

    O estudo da estrutura das  palavras permitiu que você passasse a identificar os morfemas que compõem as palavras , no entanto para fazer sua autoavaliação, consulte o quadro das desinências verbais, abaixo e responda a lista de exercícios.
     Quais dúvidas você ainda tem sobre o que foi estudado neste assunto?
Anote-as   para estudarmos  na próxima aula.

BOM ESTUDO!
     


quarta-feira, 21 de março de 2012

segunda-feira, 19 de março de 2012

CURIOSIDADES DA NOSSA LÍNGUA




Por que se escreve muito mas  se fala"muinto"?

     Apalavra "muito" vem do latim multo. com o tempo, o grupo "lt" evoluiu para "it" . A pronúncia , inicialmente, era mui-to, sem nasalação, mas já na época de Camões, a pronúncia do "ui" nasalisou-se por causa do som "m" que inicia a palavra. Na época, surgiu uma grafia em que sobre o ditongo "ui" colocava-se um til. Apenas na Reforma Ortográfica Brasileira de 1943 é que esse sinal de nasalação foi abolido e a grafia da palavra passou a ser muito. De qualquer forma, a pronúncia "muinto" não deixou de ser utilizada.
                                     (de: Marcelo Duarte. Em: O guia dos Curiosos: Lingua Portuguesa)

 ATENÇÃO: Você pode pronunciar "muinto" mas a escrita é MUITO

     A palavra QUALQUER é a única, em nossa língua, a formar o plural NA PARTE INTERNA (quAISquer) e não no final (como é o normal em todas as demais palavras que permitem a flexão para o plural).

     A palavra que reúne a maior quantidade de vogais juntas é pIAUIEnse .

    A confusão é grande, mas se admitem as três grafias: enfarte, enfarto e infarto.
    Todo mundo gosta de dizer magérrima, magríssima, mas o superlativo de magro é macérrimo.

       O til não é acento gráfico. Ele é apenas um sinal que, em português, se usa apenas para nasalar (tornar o som nasal) a vogal a:
        Ex. : Fã. maçã Piatã, anã, mamão, paixão, coração etc.

      A palavra ÓRFÃO só possui um acento (agudo) porque o til é só sinal de nasalação de vogal.

sábado, 17 de março de 2012

REPORTAGEM E NOTÍCIA

       Para os alunos do 9º ano                                                Redação 



A reportagem é um gênero de texto jornalístico que transmite uma informação por meio da televisão, rádio, revista. pode ser a própria essência de um jornal e difere da notícia pelo conteúdo, extensão e profundidade. A notícia, de um modo geral, informa um fato e, no máximo, seus efeitos e conseqüências. A reportagem busca mais: partindo da própria notícia, desenvolve uma sequência investigativa que não cabe na notícia. Assim apura, não somente as origens do fato, mas suas razões e efeitos. Abre debate sobre o acontecimento, desdobra-o em seus aspectos mais importantes e divide-o quando se justifica, em vários tópicos. A notícia não esgota os fatos a reportagem pretende fazê-lo.
O objetivo da reportagem é levar os fatos ao leitor ou telespectador de maneira abrangente. Isso implica em um fator essencial a um jornalista: falar bem e escrever bem.
Se televisionada, a reportagem deve ser transmitida por um repórter que possui dicção pausada e clara e linguagem direta, precisa e sem incoerências. Além de saber utilizar a entonação que dá vida às palavras, uma vez que representa na fala os sinais de pontuação!
Se impressa, a reportagem deve demonstrar capacidade intelectual, criatividade, sensibilidade quanto aos fatos e uma escrita coerente, que dinamiza a leitura e a torna fluente! Por essas questões, a subjetividade está mais presente nesse tipo de reportagem do que no outro, apontado acima!
Uma reportagem contém normalmente quatro partes:
Parte 01 – Manchete ou título
Parte 02 – olho  
Parte 03 – Lead (lide)
Parte 04 – Corpo (desenvolvimento)
Manchete é o título da reportagem. Tem o objetivo de resumir a reportagem e ao mesmo tempo, atrair a atenção do leitor para o texto. Como título precisa ser verdadeiro, sintético e, às vezes provocativo. As manchetes devem ser atrativas, para despertar no possível leitor a vontade de ler a reportagem toda.
Olho é constituído de um texto mais explicativo que o título principal e garante a leitura da reportagem, pois seu texto é sempre interessante e chamativo. Para parecer que o jornal ou a revista é sempre atual, o olho costuma apresentar os verbos no presente do indicativo.
Lead é um resumo, que aparece geralmente no início da reportagem (normalmente no primeiro parágrafo. Nem sempre todos os elementos são citados no lide, mas o fato, as pessoas envolvidas, o local e a data precisam aparecer.
Corpo é a parte da reportagem que desenvolve o assunto apresentando detalhes do fato principal. É o corpo da reportagem que acrescenta informações, trazendo desdobramentos da história.
            Esses elementos são tipicamente narrativos. Como a reportagem é baseada em acontecimentos do dia a dia, as sequências narrativas e explicativas predominam no texto

Todo jornal impresso ou televisionado é recheado de notícias, as quais fazem parte do nosso cotidiano e são importantes para nos mantermos atualizados.
Mas o que vem a ser uma notícia? O que ela precisa ter? Como é feita? 
Você tem curiosidade em saber: então, vamos lá!
Notícia é um substantivo feminino e tem significado de informação, conhecimento, notificação. No âmbito da imprensa quer dizer o resumo de um acontecimento ou de um assunto.
            Portanto, um resumo não pode conter muitas linhas. A notícia deve comunicar o fato e não traçar argumentos sobre ele.
            O noticiário na TV ou a notícia no jornal deve responder algumas questões, como:

1.      Qual é o acontecimento;
2.     Onde ele ocorreu: em que cidade, estado, país?;
3.     Quando aconteceu: que dia, mês, ano?;
4.       Por que aconteceu: o que está por trás?
5.      Quais foram as possíveis consequências?.

A notícia é composta de duas partes: a manchete e o texto.
Manchete: resume a notícia em poucas linhas (2 a 3) e tem o objetivo de atrair o leitor para ler o texto.
Texto: os fatos narrados do acontecimento em questão. Deste modo, quem escreve notícias deve ser um bom escritor, pois as palavras devem ter combinações tais que atraiam leitores e telespectadores!
 Você sabe o que é um redator?
           Quando um jornal televisivo acaba, pode prestar atenção, os nomes dos redatores são apresentados! No jornal falado, a presença de redatores, locutores e sonoplastas é muito importante! Os redatores são responsáveis por observar os fatos dodia, selecioná-los e redigir as notícias sobre eles! Os locutores são os apresentadores de tais notícias e os sonoplastas os que dirigem o fundo musical, como por exemplo: a música de abertura do jornal.
             Veja uma notícia publicada em um jornal. Nela foram utilizados os seguintes recursos:
·         Foto com legend
·         Título em destaque
·         Olho da notícia
      ·         Lead

Como você já sabe, o ato da escrita tem um objetivo social. Os textos são intencionalmente escritos para públicos determinados. No caso do gênero que estamos estudando, o objetivo é informar ao leitor de um jornal ou de uma revista a respeito de um fato por isso  esses elementos  não podem faltar em uma notícia:
a)    O que está acontecendo?
b)    Com quem?
c)    Como?
d)   Onde?
e)    Quando?
f)      Por quê?/ Para quê?

ATIVIDADE EM DUPLA:

Observando as páginas do caderno de um jornal  responda as seguintes perguntas:
01. A reportagem, num primeiro olhar:
a)     Qual o título dado a esse caderno do jornal?
b)     Qual o nome do jornalista que esteve no local e relata o fato?
c)      Que pessoas foram fotografadas?
d)     Qual o nome do repórter fotográfico que esteve no local e relatou os fatos?
e)     Quantas manchetes foram usadas na primeira folha do jornal?
f)       Que recursos da linguagem foram usados, alem da fotografia?
02.   As manchetes
Leiam a manchete de cada página e respondam:
a)     Qual é a mais difícil de ser entendida? Por quê?
b)     Qual a mais fácil?
c)      Qual a mais triste?
d)     Qual, na sua opinião, desperta mais a curiosidade do leitor? Por quê?

PRODUÇÃO DE TEXTO:

        Você é um jornalista. O diretor do seu jornal pede-lhe que escreva uma reportagem destinada a adolescentes. O público a que se destina a reportagem você já tem. Falta definir o assunto e o objetivo. Veja alguns:
01 – Sexualidade
02 – Alcoolismo
03 – AIDS
04 – Agressividade
05 – Sonhos
            Escolhido o assunto, defina o objetivo. Para isso, pergunte-se o que você pretende passar para o público com essa reportagem.
           Antes de começar o texto, vá à busca de informações para descrever a reportagem. Para isso , você poderá usar dois meios:
         1º - Entrevista
         2º - Pesquisa
       ao escrever a reportagem, não se esqueça de criar uma manchete bem sugestiva que sintetize o assunto da reportagem e ao mesmo tempo atraia a atenção do leitor. Abaixo da manchete, escreva um pequeno texto que seja o resumo (lead) da reportagem. Iluste com fotos ou desenhos. Procure utilizar uma linguagem adequada ao público a que se destina o seu texto.

 

sexta-feira, 16 de março de 2012

VAMOS LER?





       A maior aventura de um ser humano é viajar,   a maior viagem que alguém pode empreender  é para dentro de si mesmo. E o modo mais emocionante de realizá-la é ler um livro, Pois um livro revela que a vida é o maior de todos os livros, Mas é pouco útil para quem não souber ler nas entrelinhas  e descobrir o que as palavras não disseram...

(Augusto Cury)

quinta-feira, 15 de março de 2012

quarta-feira, 14 de março de 2012

SUGESTÕES DE LEITURA

 

A prática da leitura se faz presente em nossas vidas desde o momento em que começamos a "compreender" o mundo à nossa volta. No constante desejo de decifrar e interpretar o sentido das coisas que nos cercam, de perceber o mundo sob diversas perspectivas, de relacionar a realidade ficcional com a que vivemos, no contato com um livro, enfim, em todos estes casos estamos, de certa forma, lendo - embora, muitas vezes, não nos demos conta no entanto, poucas formas de expressão humana são capazes de criar universos tão complexos e completos como a literatura. Um fio de imaginação, uma imagem na cabeça e lá vai o texto esboçando o mundo.
Querido (a) aluno (a):
Para você que gosta de ler, de criar, de falar, de rir, de criticar, de participar, de argumentar, de debater, essa relação de livros foi feita com carinho e a levará a uma leitura bastante prazerosa.
01. Descobrindo a literatura série saber mais
                  Autora: Marisa Lajolo
02. Comédias para se ler na escola
                   Autor: Luís Fernando Veríssimo
03. Coleção para querer bem
                  Autor: Manuel Bandeira - Organização Bartolomeu Campos
                                                                                           de Queiroz
04. Senhora
                  Autor: José de Alencar

           05. O Assassinato de Roger Ackroid
                 Autora: Ágatha Christie
          06. A hora da estrela
                Autora: Clarice Lispector
         07. A varanda do Frangipani
               Autor: Mia Couto
        08. Depois daquela viagem
              Autora: Valéria Piassa Polizzi
       09. Capitães de Areia
             Autor: Jorge Amado
      10. Venha ver o pôr do sol
            Autora: Lygia Fagundes Teles

Popularidade dos nomes próprios

terça-feira, 13 de março de 2012

DIA DA POESIA


       Em março se comemoram o Dia Nacional (14) e o Dia Mundial da Poesia (21). A data nacional é em homenagem ao poeta abolicionista Castro Alves.

         A palavra “poesia” tem origem grega e significa “criação“. É definida como a arte de escrever em versos, com o poder de modificar a realidade, segundo a percepção do artist A poesia nasceu na Grécia, berço da Civilização Ocidental, como poiesis (poihsiV), com Homero, através da "Ilíada" e da "Odisséia". A 30ª sessão da Conferência Geral da Unesco (Paris, 1999) proclamou o dia 21 de março como o Dia Mundial da Poesia. A data escolhida foi o do início da Primavera no Hemisfério Norte, que começa dependendo do ano, no dia 21 ou 22 de março.

            Antigamente, os poemas eram cantados, acompanhados pela lira, um instrumento musical muito comum na Grécia antiga. Por isso, diz-se que a poesia pertence ao gênero lírico. Hoje, os poemas podem ser divididos em quatro gêneros: épico, didático, dramático e lírico

As linhas de um poema são os versos. O conjunto desses versos chama-se “estrofe”. Os versos podem rimar entre si e obedecer à determinada métrica, que é a contagem das sílabas poéticas de um verso. Os versos mais tradicionais são as redondilhas; a redondilha menor tem cinco sílabas, e a maior com sete; os versos decassílabos, dez; os alexandrinos, doze.
A rima é um recurso que confere musicalidade aos versos, baseando-se na semelhança sonora das palavras do final ou, às vezes, do interior dos versos. Rima, ritmo e métrica são características especiais de um poema e que podem variar, dependendo do movimento literário da época.
No Brasil, os primeiros poemas surgiram junto com o seu descobrimento, pois os jesuítas usavam versos para catequizar os índios.
Depois, surgiram outras formas de poesia, como o barroco (1601-1768), o arcadismo (1768-1836), o romantismo (1836-1870), o parnasianismo (1880-1893), o simbolismo (1893-1902), o pré- modernismo (1902-1922), o Modernismo (1922-1962), até a forma de hoje.
No texto, a Unesco aborda a valorização de poetas nacionais cuja lembrança, data de nascimento ou morte estejam sendo comemorados. Assim, o Dia Nacional da Poesia no Brasil foi criado em homenagem ao poeta brasileiro Antônio Frederico de Castro Alves (1847-1871), no dia de seu nascimento, 14 de março.A poesia transmite, sobretudo, emoções. Por esse motivo, é comum nos identificarmos com essa forma de expressão, já que cada indivíduo tem sua história particular de amor, alegrias, tristezas, saudade...

O poeta abolicionista



Castro Alves ficou conhecido como o “poeta dos escravos” em função da sua luta pela abolição da escravidão. Sua indignação quanto ao preconceito racial ficou registrada na poesia “Navio Negreiro”, chegando a fazer um protesto contra a situação em que viviam os negros. Mas seu primeiro poema que retratava a escravidão foi “A Canção do Africano”, publicado em A Primavera. Cursou direito na faculdade do Recife e teve grande participação na vida política da Faculdade, nas sociedades estudantis.
Um dos mais importantes poetas românticos do Brasil é Castro Alves. Foi em homenagem ao seu nascimento, em 14 de março, que o Dia Nacional da Poesia foi criado. Reconhecido pela qualidade de suas obras, Castro Alves também ganhou notoriedade por ser considerado o “Poeta dos Escravos” – pois tratou e defendeu com vigor um dos principais temas de sua época: a abolição da escravidão. Em um de seus mais famosos poemas, Navio Negreiro,
 Poeta romântico, Castro Alves morreu de tuberculose na capital baiana Salvador em 06 de julho de 1871, com apenas 24 anos.
Entre os objetivos da iniciativa da Unesco está o incentivo e reconhecimento da poesia regional, nacional e internacional; desencadear processos que devem servir para apoiar a diversidade lingüística e cultural, utilizando a expressão poética; e oferecer a línguas ameaçadas de extinção a oportunidade de serem ouvidas na comunidade internacional. Como o dia 21 de março já é dedicado à eliminação de qualquer forma de preconceito, pode-se considerar uma associação dos temas para a comemoração.


Amar e Ser Amado

Amar e ser amado! Com que anelo
Com quanto ardor este adorado sonho
Acalentei em meu delírio ardente
Por essas doces noites de desvelo!
Ser amado por ti, o teu alento
A bafejar-me a abrasadora frente!
Em teus olhos mirar meu pensamento,
Sentir em mim tu’alma, ter só vida
P’ra tão puro e celeste sentimento
Ver nossas vidas quais dois mansos rios,
Juntos, juntos perderem-se no oceano,
Beijar teus labios em delírio insano
Nossas almas unidas, nosso alento,
Confundido também, amante, amado
Como um anjo feliz... que pensamento!?





sexta-feira, 9 de março de 2012

quarta-feira, 7 de março de 2012

O8/03 - DIA DA MULHER - PARABÉNS

Você sabe o que é ser mulher?
Ser mulher é entender as fases da lua por ter suas próprias fases.
É ser "nova" quando o coração está a espera do amor.
Ser "crescente" quando o coração está se enchendo de amor.
Ser cheia quando ele já está transbordando de tanto amor.
...
E, ser minguante quando esse amor vai embora!
Ser mulher é hospedar dentro de si o sentimento do perdão.
É voltar no tempo todos os dias e viver por poucos instantes coisas que nunca ficaram esquecidas.
Ser mulher é cicatrizar feridas de outros e, inúmeras vezes, deixar as suas próprias feridas sangrando.
É ser princesa aos 20, rainha aos 30, imperatriz aos 40 e especial a vida toda.
Ser mulher é conseguir encontrar uma flor no deserto, água na seca e labaredas no mar.
É chorar calada as dores do mundo e, em apenas um segundo, já estar sorrindo.
Ser mulher é subir degraus e, se os tiver que descer, não precisar de ajuda, é tropeçar, cair e voltar a andar.
É saber ser super-homem quando o sol nasce e virar Cinderela quando a noite chega.
Ser mulher é ter sido escolhida por Deus para colocar no mundo os homens.
É acima de tudo um estado de espírito, é uma dádiva, é ter dentro de si um tesouro escondido e ainda assim dividi-lo com o mundo!
Você, mulher, entende bem essas palavras...
Você, homem, ame e respeite todas as mulheres.

  Desconheço autoria

terça-feira, 6 de março de 2012

PARA RIR UM POUCO

FOLHA EM BRANCO



Certo dia eu estava aplicando uma prova, os alunos, em silêncio tentavam responder as perguntas com uma certa ansiedade.
Faltavam uns 15 minutos para o encerramento e um aluno levantou o braço, se dirigiu a mim e disse:
- ...Professor, pode me dar uma folha em branco?
Levei a folha até sua carteira e perguntei por que queria mais uma folha em branco.
Ele respondeu:
- Eu tentei responder as questões, rabisquei tudo, fiz uma confusão danada e queria começar outra vez.
Apesar do pouco tempo que faltava, confiei no rapaz, dei-lhe a folha em branco
e fiquei torcendo por ele.
Aquela sua atitude causou-me simpatia.
Hoje, lembrando aquele episódio simples, comecei a pensar quantas pessoas receberam uma folha em branco, que foi a vida que DEUS lhe deu até agora, e só tem feito rabisco, confusões, tentativas frustradas e uma Confusão danada...
Acho que, agora, seria um bom momento para se pedir a DEUS uma folha em
branco; uma nova oportunidade para ser feliz.
Assim como tirar uma boa nota depende exclusivamente da atenção e esforço do aluno, uma vida boa, também depende da atenção que dermos aos ensinamentos do professor nosso DEUS.

Não importa qual seja sua idade, condição financeira, religião, etc...

“Levante o braço, peça uma folha em branco, passe sua vida a limpo.
Não se preocupe em tirar 10 (dez), ser o melhor.
preocupe-se apenas em Ter a simpatia do Mestre.
Ele está mais interessado em quem pede ajuda, portanto, só depende de você”.
Que o Senhor te abençoe, guarde a tua vida e te liberte de todo mal...
(desconheço a autoria)

Célia Portugal