Google+ Followers

segunda-feira, 19 de março de 2012

CURIOSIDADES DA NOSSA LÍNGUA




Por que se escreve muito mas  se fala"muinto"?

     Apalavra "muito" vem do latim multo. com o tempo, o grupo "lt" evoluiu para "it" . A pronúncia , inicialmente, era mui-to, sem nasalação, mas já na época de Camões, a pronúncia do "ui" nasalisou-se por causa do som "m" que inicia a palavra. Na época, surgiu uma grafia em que sobre o ditongo "ui" colocava-se um til. Apenas na Reforma Ortográfica Brasileira de 1943 é que esse sinal de nasalação foi abolido e a grafia da palavra passou a ser muito. De qualquer forma, a pronúncia "muinto" não deixou de ser utilizada.
                                     (de: Marcelo Duarte. Em: O guia dos Curiosos: Lingua Portuguesa)

 ATENÇÃO: Você pode pronunciar "muinto" mas a escrita é MUITO

     A palavra QUALQUER é a única, em nossa língua, a formar o plural NA PARTE INTERNA (quAISquer) e não no final (como é o normal em todas as demais palavras que permitem a flexão para o plural).

     A palavra que reúne a maior quantidade de vogais juntas é pIAUIEnse .

    A confusão é grande, mas se admitem as três grafias: enfarte, enfarto e infarto.
    Todo mundo gosta de dizer magérrima, magríssima, mas o superlativo de magro é macérrimo.

       O til não é acento gráfico. Ele é apenas um sinal que, em português, se usa apenas para nasalar (tornar o som nasal) a vogal a:
        Ex. : Fã. maçã Piatã, anã, mamão, paixão, coração etc.

      A palavra ÓRFÃO só possui um acento (agudo) porque o til é só sinal de nasalação de vogal.

Nenhum comentário: