Google+ Followers

terça-feira, 13 de março de 2012

DIA DA POESIA


       Em março se comemoram o Dia Nacional (14) e o Dia Mundial da Poesia (21). A data nacional é em homenagem ao poeta abolicionista Castro Alves.

         A palavra “poesia” tem origem grega e significa “criação“. É definida como a arte de escrever em versos, com o poder de modificar a realidade, segundo a percepção do artist A poesia nasceu na Grécia, berço da Civilização Ocidental, como poiesis (poihsiV), com Homero, através da "Ilíada" e da "Odisséia". A 30ª sessão da Conferência Geral da Unesco (Paris, 1999) proclamou o dia 21 de março como o Dia Mundial da Poesia. A data escolhida foi o do início da Primavera no Hemisfério Norte, que começa dependendo do ano, no dia 21 ou 22 de março.

            Antigamente, os poemas eram cantados, acompanhados pela lira, um instrumento musical muito comum na Grécia antiga. Por isso, diz-se que a poesia pertence ao gênero lírico. Hoje, os poemas podem ser divididos em quatro gêneros: épico, didático, dramático e lírico

As linhas de um poema são os versos. O conjunto desses versos chama-se “estrofe”. Os versos podem rimar entre si e obedecer à determinada métrica, que é a contagem das sílabas poéticas de um verso. Os versos mais tradicionais são as redondilhas; a redondilha menor tem cinco sílabas, e a maior com sete; os versos decassílabos, dez; os alexandrinos, doze.
A rima é um recurso que confere musicalidade aos versos, baseando-se na semelhança sonora das palavras do final ou, às vezes, do interior dos versos. Rima, ritmo e métrica são características especiais de um poema e que podem variar, dependendo do movimento literário da época.
No Brasil, os primeiros poemas surgiram junto com o seu descobrimento, pois os jesuítas usavam versos para catequizar os índios.
Depois, surgiram outras formas de poesia, como o barroco (1601-1768), o arcadismo (1768-1836), o romantismo (1836-1870), o parnasianismo (1880-1893), o simbolismo (1893-1902), o pré- modernismo (1902-1922), o Modernismo (1922-1962), até a forma de hoje.
No texto, a Unesco aborda a valorização de poetas nacionais cuja lembrança, data de nascimento ou morte estejam sendo comemorados. Assim, o Dia Nacional da Poesia no Brasil foi criado em homenagem ao poeta brasileiro Antônio Frederico de Castro Alves (1847-1871), no dia de seu nascimento, 14 de março.A poesia transmite, sobretudo, emoções. Por esse motivo, é comum nos identificarmos com essa forma de expressão, já que cada indivíduo tem sua história particular de amor, alegrias, tristezas, saudade...

O poeta abolicionista



Castro Alves ficou conhecido como o “poeta dos escravos” em função da sua luta pela abolição da escravidão. Sua indignação quanto ao preconceito racial ficou registrada na poesia “Navio Negreiro”, chegando a fazer um protesto contra a situação em que viviam os negros. Mas seu primeiro poema que retratava a escravidão foi “A Canção do Africano”, publicado em A Primavera. Cursou direito na faculdade do Recife e teve grande participação na vida política da Faculdade, nas sociedades estudantis.
Um dos mais importantes poetas românticos do Brasil é Castro Alves. Foi em homenagem ao seu nascimento, em 14 de março, que o Dia Nacional da Poesia foi criado. Reconhecido pela qualidade de suas obras, Castro Alves também ganhou notoriedade por ser considerado o “Poeta dos Escravos” – pois tratou e defendeu com vigor um dos principais temas de sua época: a abolição da escravidão. Em um de seus mais famosos poemas, Navio Negreiro,
 Poeta romântico, Castro Alves morreu de tuberculose na capital baiana Salvador em 06 de julho de 1871, com apenas 24 anos.
Entre os objetivos da iniciativa da Unesco está o incentivo e reconhecimento da poesia regional, nacional e internacional; desencadear processos que devem servir para apoiar a diversidade lingüística e cultural, utilizando a expressão poética; e oferecer a línguas ameaçadas de extinção a oportunidade de serem ouvidas na comunidade internacional. Como o dia 21 de março já é dedicado à eliminação de qualquer forma de preconceito, pode-se considerar uma associação dos temas para a comemoração.


Amar e Ser Amado

Amar e ser amado! Com que anelo
Com quanto ardor este adorado sonho
Acalentei em meu delírio ardente
Por essas doces noites de desvelo!
Ser amado por ti, o teu alento
A bafejar-me a abrasadora frente!
Em teus olhos mirar meu pensamento,
Sentir em mim tu’alma, ter só vida
P’ra tão puro e celeste sentimento
Ver nossas vidas quais dois mansos rios,
Juntos, juntos perderem-se no oceano,
Beijar teus labios em delírio insano
Nossas almas unidas, nosso alento,
Confundido também, amante, amado
Como um anjo feliz... que pensamento!?





Nenhum comentário: