Google+ Followers

sábado, 22 de outubro de 2011

Por que existem vários jeitos de escrever "por quê"?

    
    
      No latim classico havia duas palavras: "quare" para perguntar e "quia" para responder. Mas, em português, prevaleceu a expressão do latim vulgar, pro quid, que passou a exercer dupla jornada em perguntas e respostas. "Para diferenciar, alguém teve a ideia de escrever um junto e o outro separado", explica Caetano Galindo, linguista da Universidade Federal do Paraná. Os registros mais antigos dessa distinção são do século 13, mas, em 1500, Pero Vaz de Caminha ainda se atrapalhava na carta do descobrimento.
     De um modo geral, os porquês devem ser usados assim:

     POR QUE separado e sem acento quando introduz perguntas e quando substitui "qual motivo" e "qual razão":
     Por que vai sair mais cedo?

     PORQUE junto e sem acento é o das respostas. Pode ser substituído por "pois":
     Porque tenho um compromisso.

    POR QUÊ separado e com acento é usado quando o "que" é tônico, o que fica mais claro quando ele está proximo de um sinal de pontuação.
      Você vai sair mais cedo por quê?

     PORQUÊ junto e com acento é substantivo e equivale a "motivo", "razão".
      Quero saber o porquê de você sair mais cedo.

Um comentário:

Mooda.com disse...

Achom que você deveria explicar mais (evoluir os textos.)