Google+ Followers

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

PROCLAMAÇÀO DA REPÚBLICA - CURIOSIDES


      Até o ano de 1889 o Brasil era governado por um imperador, D. Pedro II. Porém, os brasileiros republicanos achavam que a monarquia afastava o Brasil de todos os povos do Novo Mundo que viviam sob o regime republicano. Assim, pretendiam a República.
      Muitos queriam a proclamação da República só depois da morte de D. Pedro II, pois com ela um estrangeiro tomaria parte no governo: o francês Gastão d'Orléans, Conde d'EU, casado com a herdeira do trono, a Princesa Isabel.
     O movimento republicano não conseguiu, de início, despertar o interesse do povo, pois esse queria muito bem a D. Pedro II e não desejava vê-lo deposto.
Até a véspera da Proclamação da República, o Marechal Deodoro da Fonseca, apesar de descontente com o ministério, permaneceu ao lado do imperador, pois era muito amigo e o estimava demais para vê-lo perder o trono.
     Os republicanos haviam marcado uma revolta para a noite de 20 de novembro. Mas o major Sólon Ribeiro, receando que o governo, sabendo da revolta, pudesse organizar boa defesa, no dia 14 de novembro espalhou a falsa notícia de que o ministério havia mandado prender Deodoro e Benjamim Constant. O mesmo major combinou com seus companheiros, que se encontravam em São Cristóvão, que na manhã de 15 de novembro seguiriam para o centro da cidade
.
     Ao proclamar a República no dia 15 de novembro de 1989, o Marechal Deodoro da Fonseca, de 62 anos, estava com um ataque de dispnéia. Foi tirado da cama no meio da noite, por amigos, para comandar o cerco ao Ministério. Foi sem espada porque o seu ventre estava muito dolorido. Montou o cavalo baio número 6 que lhe fora emprestado pelo alfares Barbosa Júnior. Deodoro havia decidido apoiar os republicanos 4 dias antes.
     Quando passou pelo portão do Ministério da Guerra, no Campo de Santana, Deodoro acenou com um quepe e ordenou às tropas formadas:  Apresentar armas. Toquem o hino”. As tropas se perfilaram e ouviram-se os acordes do Hino Nacional. Estava proclamado a república.
    Não houve derramamento de sangue durante a Proclamação da Republica. O único que se feriu foi o ministro da Marinha José da Costa Azevedo, que reagiu a voz de prisão. 
      O período da História do Brasil conhecido como Nova República teve início em 1985, com o fim da Ditadura Militar e início do processo de redemocratização.    
      Este período da História do Brasil dura até os dias atuais. 
      A palavra República tem origem no latim res publica,cujo significado é "coisa pública

Nenhum comentário: